Produção de carne de vitelo como alternativa rentável para a pecuária de leite no Brasil
    Nutrição Bovina    0Comentários
Produção de carne de vitelo como alternativa rentável para a pecuária de leite no Brasil

Os produtores de leite no Brasil já podem entrar, definitivamente, na pecuária de corte. Esta oportunidade, além de representar uma excelente fonte de diversificação na atividade e geração de renda para os produtores, elimina o problema ético e ambiental de descarte dos animais machos leiteiros, que por muitos anos marcou a pecuária leiteira nacional.

Trata-se da criação de bovinos para produção de carnes de vitelo – que são abatidos até 12 meses de idade. Com a revisão da legislação sobre a produção de vitelos no Brasil, feita através de Instrução Normativa do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) publicada no Diário Oficial da União em janeiro/2020, surge novo mercado para os animais machos de origem leiteira.

Vitelo

Mudança na legislação cria novo mercado para bezerros machos leiteiros

Segundo Geraldo Borges, presidente da ABRALEITE – Associação Brasileira dos Produtores de Leite – "havia uma falha na legislação que exigia que para serem considerados vitelos os animais deveriam ser alimentados exclusivamente com leite ou sucedâneos, o que poderia ter contribuído para inibir a criação deste mercado."

De acordo com o Senso Agropecuário do IBGE – 2018, o Brasil possui 11 milhões de matrizes leiteiras. Por ano são 10 milhões de partos, sendo que metade dos animais nascidos são machos. Ou seja, aproximadamente 5 milhões de bezerros machos leiteiros passam a ter um destino comercial para atender à crescente demanda interna e também para exportação para mercados como o do continente europeu.

Alimentação de Vitelos

Fonte: CMC – Centro Multiplicador de Capacitação

Os pesquisadores da APTA Regional São Paulo – Ricardo Signoretti e Flávio Dutra apontam que a produção e o consumo de carne de vitelo são amplamente difundidos em alguns países da Europa, principalmente, na Holanda, França, Itália, Espanha e Portugal e em menor escala nos países da América do Norte. No entanto, o mercado europeu é bastante rígido quanto à qualidade da carne e com relação aos sistemas de produção.

A utilização de machos leiteiros é bastante difundida e desenvolvida nos países Europeus, onde estes animais são utilizados para produção de carne e considerados uma importante fonte de renda para os produtores de leite e para a cadeia produtiva da carne, pois, aproximadamente, 20% da carne bovina consumida, nesses países, é oriunda da produção de vitelos, que cresce a cada ano, na busca por carne de coloração mais clara, tenra e própria para preparo de pratos sofisticados.

Preto sofisticado feito com carne de vitelo

Variáveis de mercado para a produção de vitelos

Vale ressaltar a importância do produtor de leite que pretende iniciar a criação de vitelos, buscar informações sobre o mercado de carnes para entender sobre as variáveis que determinam a demanda e oferta neste mercado, como: comportamento dos consumidores, exigências da indústria, preço de venda do produto final, condições sanitárias, manejo e bem-estar animal, custos de produção.

De acordo com a APTA Regional São Paulo, outro grande desafio para a produção de vitelos é a elevada taxa de mortalidade que, para ser reduzida, é necessário protocolo rígido de vacinação e higienização para que se consiga atingir o índice máximo de 8%, como ocorre na Europa.

Cuidados na criação de vitelos

Fonte: CMC – Centro Multiplicador de Capacitação

Se você ficou interessado e quiser saber mais sobre as possibilidades deste mercado, faça contato com a Agro Capixaba e solicite orientações de nossos Consultores Técnicos. Conheça as tecnologias para a nutrição de vitelos disponíveis em nossa linha de suplementos e concentrados, como o Baby Beef Prontogel da Rações Futura.

Ah, fizemos uma live com o Marcos Pinotti, representante das Rações Futura, sobre Solução Nutricional para o bezerro macho leiteiro. Infelizmente o áudio não ficou muito bom, mas vale a pena conferir.

Compartilhar este Post:

Comentários

Faça login ou Cadastre-se para publicar comentários